Páginas

DPT desloca para levantamento e descobre que o corpo era de um cachorro.

Policiais militares e civis, além das equipes da perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT/Serrinha), foram mobilizados, na manhã de quinta-feira (0707/11), para verificar uma denúncia de um possível cadáver à margem da BA-409 (Serrinha/Coité), próximo ao Povoado do Mato Grosso.

A denúncia foi feita por um trabalhador rural para o telefone 190 de emergência da Polícia Militar. De acordo com o denunciante, ele estava consertando uma cerca de arame perto da rodovia estadual e encontrou o cadáver por volta das 9h30m.
O intrigante era que o suposto cadáver estava enrolado em uma toalha de cama e um saco plástico e estava amarrado, exalando um odor idêntico ao de um corpo humano em decomposição.

Rapidamente as equipes policiais chegaram ao local indicado, à margem direita da rodovia, sentido Coité. O mesmo aconteceu com as equipes da perícia e do IML, que em pouco tempo desvendaram o suspense. Ao cortar as amarras da toalha, descobriu-se que não se tratava de cadáver humano, mas de um cachorro e o caso se deu por encerrado.
   Vou colocar mais esta na conta das NOTÍCIAS BIZARRAS.

0 comentários:

Postar um comentário