Fato Concreto

Fato Concreto

Polícia prende irmãos ladrões em flagrante.

 Mais dois ladrões se dão mal com a polícia militar em Feira de Santana/Ba.

 Dois irmãos identificados como Genário dos Santos Rodrigues, 27 anos e Geilson dos Santos Rodrigues, 19, foram presos em flagrante delito por uma equipe policial do PELOTÃO ESPECIAL da 64ª CIPM. A prisão aconteceu no final da tarde de segunda - feira ( 28/11/11 ) quando os irmãos roubaram um comerciante na rua Marechal Deodoro no Centro da cidade. A dupla levou da vítima relógio, celulares e a quantia de R$ 600,00 em espécie fugindo em seguida. O comerciante entrou em contato com a polícia através do 190 que por sua vez designou o PE 64 nesta missão. Os PMs efetuaram rondas pelo setor na tentativa de localizar os ladrões, sendo que a bordo da viatura também estava a pessoa vítima do roubo. Foi quando ao passarem pela Avenida Rio de Janeiro a vítima reconheceu de imediato os dois ladrões que estavam a observar tranqüilamente o corpo de Carlos César Pereira Gomes que havia sido executado há poucos instantes.
  A dupla de irmãos ladrões viram a aproximação do PE 64 e fugiram tomando direções opostas cada um. Os policiais também se dividiram e conseguiram lograr êxito na diligência e prenderam os dois, sendo que um deles ( Geilson ) acabou se ferindo durante a tentativa de fuga, mas os policiais o levaram até uma unidade de atendimento médico hospitalar e posteriormente apresentaram os acusados na delegacia competente para o caso. A vítima deste roubo se mostrou feliz com o pronto serviço empregado pela polícia militar aqui representada pela guarnição do PE 64.
 Foi apresentado também na delegacia um revólver calibre 32 com 06 cartuchos e ainda o dinheiro e os celulares que foram recuperados.
 Já na 1ª CP ficou constatado que os irmãos ladrões já tem outras passagens pela polícia por tráfico de drogas e roubo.
 São integrantes desta ocorrência os policiais:
  •  Aspirante Boson
  • Sd Nunes
  • Sd Cruz ( motorista )
  • Sd Joel Jr.
 

0 comentários:

Postar um comentário

NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS DEPRECIATIVOS, DESRESPEITOSOS E EM DESACORDO COM AS LEIS VIGENTES.