Fato Concreto

Fato Concreto

Motoqueiro preso com CNH falsa

Em uma blitz realizada na manhã do dia 11/04/12 (quarta-feira), num trecho da avenida Maria Quitéria, agentes da  polícia rodoviária federal (PRF), detectaram irregularidades em uma motocicleta Honda CB300R, placa policial JSL-3718, conduzida por Jacó Brito Carneiro, 28 anos de idade. O veículo foi parado devido a falta de retrovisor, que é um equipamento obrigatório.

De acordo com os policiais, ao solicitar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor, foram constatadas algumas irregularidades no documento, uma delas é o prazo de validade de 10 anos – o dobro do prazo estabelecido por lei. Os dados foram enviados a central de informações da PRF que confirmou se tratar de uma falsificação.

Jacó Brito foi conduzido para o Complexo Policial Investigador Bandeira de Feira de Santana/Ba para prestar esclarecimento e em depoimento ao inspetor Emerson Fontes de Lima, ele fez uma acusação surpreendente.

Jacó informou que há oito meses procurou um funcionário da 3ª CIRETRAN, e adquiriu a carteira de habilitação pela quantia de R$ 1.200. Ele disse para o inspetor que adquiriu o documento junto ao Sargento Novaes , hoje falecido, na época chefe do setor de habilitação do órgão.

De acordo o depoimento do motociclista, ele não fez nenhum exame ou qualquer teste de aptidão no órgão de transito. Após ser ouvido pelo delegado Euvaldo Costa, Jacó foi liberado, mas o documento foi apreendido e será periciado para averiguar a sua autenticidade.
* CENTRAL DE POLÍCIA

0 comentários:

Postar um comentário

NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS DEPRECIATIVOS, DESRESPEITOSOS E EM DESACORDO COM AS LEIS VIGENTES.