Fato Concreto

Fato Concreto

Motorista de trio agredido durante a micareta não resiste e morre no hospital

O proprietário do trio elétrico Skandalo, Emerson Bergosa, conhecido como “Maninho”, 52 anos, morreu na manhã desta segunda-feira (30), no hospital Emec, em Feira de Santana. Ele estava internado desde a madrugada do dia 21 de abril, após ser agredido por um folião, durante a Micareta.
Segundo a polícia, Maninho, conduzia o trio pelo circuito Maneca Ferreira, na avenida Presidente Dutra, com a banda, Conect, quando desceu do veículo para chamar a atenção de um folião que estava no capô do trio. O folião não gostou da reclamação e o agrediu com um soco.

Maninho caiu e bateu a cabeça numa grade de proteção do veiculo que fica entre a gabine e a carroceria. A vitima ficou desacordada, em seguida foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) e encaminhado em estado grave para o Hospital Emec, onde ficou em coma durante esse tempo e na manhã de hoje (30), não resistiu e morreu.

A agressão ocorreu, na madrugada de sábado (21), por volta de 01h, na frente do Camarote Folia Geral da TV Geral, Folha do Estado e da Rádio Geral.

Familiares e amigos pedem para quem tiver informações do elemento que agrediu o proprietário do Trio Elétrico Skandalo, Maninho, que entre em contato com a polícia, ou através dos veículos de comunicação da cidade.


* Fato Concreto com foto de Gleidson Santos
  

0 comentários:

Postar um comentário

NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS DEPRECIATIVOS, DESRESPEITOSOS E EM DESACORDO COM AS LEIS VIGENTES.