Fato Concreto

Fato Concreto

Páginas

Polícia Civil prende quadrilha de assalto a bancos com armamento pesado em Feira de Santana


Um grande arsenal utilizado por uma quadrilha especializada em assaltos a bancos foi apreendido, nesta sexta-feira, 16 de agosto de 2013, por investigadores da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), depois de deflagrarem uma operação para recuperar imagens sacras furtadas em Cachoeira, cidade do Recôncavo, e em Bonfim, distrito de Feira de Santana. Conforme nota da assessoria da Polícia Civil, setenta peças sacras, entre imagens e quadros furtados, mais de R$ 20 mil, em dinheiro, cinco coletes balísticos, munições para diversos calibres e seis armas, incluindo fuzis e espingardas de grosso calibre foram apreendidas durante cumprimento de mandados de busca e apreensão nas residências de Marcos Lavrador Souza, de 35 anos, e de Gilvandro Lima dos Santos, o “Vando”, 53. Marcos já vinha sendo investigado pela participação no furto de imagens, ocorridos em 1º de janeiro e 27 de julho, deste ano, quando, na casa dele, no bairro Santa Mônica, em Feira, os policiais encontraram uniformes completos do Exército, coletes, cantis, lanternas, uma pistola 380, municiada e com a numeração raspada, além de R$ 15 mil, que a polícia suspeita ser proveniente do assalto ao banco de Barra do Estiva, na última segunda-feira (12).


Já “Vando”, segundo a polícia guardava em sua casa, numa estrada que liga o distrito de Humildes à localidade conhecida como Caetano, coletes balísticos, um deles da Polícia Militar, fardas completas do Exército e da Aeronáutica, além de luvas, balaclavas, celulares, rádio comunicadores e uma peruca. Um Ford Ranger, modelo XLT, de placa NZW-2240, também estava no local, além de uma pistola Colt 45, um Fuzil AK47 e duas espingardas calibre 20, e carregadores. Outra pistola 9 mm e 276 munições de calibres 762 e 556 – para fuzis -, 9 mm e 380, carregadores, pen drives, um computador, GPS, mais fardamentos militares, e R$ 6,6 mil, em dinheiro, estavam escondidos no imóvel do comparsa da dupla, Rogério de Jesus Santiago, o “Rogerinho”, que conseguiu escapar ao cerco policial. Ali, foram apreendidos ainda uma picape Pajero Sport, de placa JQD-8595, e um Honda Civic, de placa JSB-9499. Três cédulas de R$ 10,00 chamuscadas também estavam no local. De acordo com o coordenador regional, delegado Ricardo Esteves Brito Costa, outros integrantes da quadrilha, cuja participação em outros assaltos a banco no interior é investigada, estão sendo procurados pela polícia.

Segue abaixo outras fotos desta diligência exitosa dos grupamentos de Polícia Civil da Bahia.


Os três integrantes da quadrilha


Imagens sacras que foram recuperadas pelos agentes da Polícia Civil
Veja também o vídeo desta matéria.  Clique aqui


* Fato Concreto com informações da Ascom/Polícia Civil

0 comentários:

Postar um comentário