Fato Concreto

Fato Concreto

Páginas

Polícia prende detento que estava na Liberdade Provisória com arma de uso restrito


Policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) prenderam na tarde de 12 de agosto de 2013, o detento Orlean de Lucena Ribeiro, 23 anos. Ele saiu do Conjunto Penal de Feira de Santana, na última sexta-feira (09), em liberdade provisória do Dia dos Pais, concedida pela Justiça. Segundo os policiais, Orlean foi preso na casa do ex-presidiário, Michael Santos de Oliveira, o "Mayck", localizada na rua E, no conjunto Feira X. Com a dupla a polícia flagrou a posse de um revolver calibre 38, uma pistola ponto .45, que é de uso restrito das Forças Armadas, além da quantia de R$ 2.400 (Dois Mil e Quatrocentos Reais). Ainda de acordo com a polícia, o Serviço de Investigação da DRFR estava investigando Mayck pelo mesmo praticar assaltos e homicídios na cidade. “Neste final de semana, recebemos denúncias de que um presidiário que saiu em liberdade provisória do Dia dos Pais estaria juntamente com Maick praticando assaltos  e pretendiam praticar homicídios na cidade”. Mas, graças a Deus, nesta tarde, conseguimos prender os dois, que são de alta periculosidade, além de praticarem assaltos e homicídios, também traficam drogas e cometem latrocínios. Mayck estava portando a pistola 45, que é de auto poder de fogo e uso restrito das Forças Armadas. Enquanto o detento Orlean foi flagrado com o revolver e o dinheiro (2.400)”, frisou um dos investigadores.



Os dois foram conduzidos para DRFR, onde foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma. Na delegacia, Orlean alegou que está no presídio há dois anos e cinco meses, onde cumpre pena por tráfico de drogas. “A gente estava armado, por que estão querendo nos matar, na sexta-feira tentaram contra a minha vida na frente do presídio, então, vou morrer, não quero, por isso comprei esse revolver”, contou Orlean.


Mayck alegou para os policiais que recentemente foi vítima de tentativa de homicídio no Feira X, quando se encontrava em sua casa. “Comprei essa pistola de auto poder de fogo, por que o inimigo (rival) estão querendo me matar, aqui o que fizeram recentemente, tive que correr muito para não morrer (mostrou ferimentos nas mãos, nos braços e nas pernas)”, finalizou Mayck.

Os investigadores afirmaram também, que Michael está em liberdade condicional. “Mas, ele deve ficar algum tempo na prisão, já que o mesmo quebrou a condicional, onde foi flagrado com uma arma que é de uso restrito das Forças Armadas, com isso, não há pagamento de fiança. Enquanto, Orlean que foi flagrado com um revolver, onde caberia, pagamento de fiança, mas ele saiu em liberdade provisória e vai retornar mais cedo para o presídio”, explicou o policial.


* Fato  Concreto com informações do Polícia é Viola

0 comentários:

Postar um comentário