Fato Concreto

Fato Concreto

Páginas

PM apreende carga de explosivos em Valente. Três pessoas foram presas em flagrante


No final da tarde de ontem (15), policiais militares da cidade de Valente receberam uma denúncia anônima, informando da presença de um caminhão, cuja placa policial era JVQ-5853, licença de Feira de Santana/BA, que estaria em atitude suspeita, ao lado de um campo de futebol, nas proximidades de uma fábrica. A carga estava sendo transferida para outros dois veículos – um FIAT/STRADA FIRE, PLACA POLICIAL HAO-8624, licença de Valente/BA, e uma TOYOTA/HILUX, COR PRETA, com licença de Feira de Santana/BA (demais dados ignorados).

Quando a viatura chegou ao local, um “chapa” (homem que trabalha efetuando cargas e descargas), que estava fazendo o transbordo da mercadoria, disse aos policiais que estava arrumando a carga de cal que se encontrava mal acondicionada. A guarnição policial solicitou apoio a sede da 4ª CIA do 16º BPM, situada em Conceição do Coité.



Ao retornarem, os policiais notaram que a HILUX havia evadido, ficando no local apenas a FIAT/STRADA, carregada com 46 CAIXAS DE EXPLOSIVO, CADA UMA CONTENDO 25 KG (vinte e cinco quilos), TOTALIZANDO 1.150 KG (mil cento e cinqüenta quilos), que seria transferida para o caminhão e elucubrada pela carga de cal.

Fabrício Lima de Azêvedo, conhecido como "Fabrício Lampião", 31 anos, residente no Bairro Gabriela, Feira de Santana/BA, condutor do caminhão, Joseilton de Pinho Oliveira, o “ITO DO OURO”, 46 anos, que mora em Valente/BA, que conduzia a pick-up, e Luiz André Ramos de Oliveira, este morador da rua Alto da Petrolina, Bairro Petrolina, Valente/BA, responsável pela transferência do material de um veículo para o outro, foram presos em flagrante.

Os envolvidos foram conduzidos até a Delegacia local e posteriormente para a de Conceição do Coité e autuados de acordo com art.º 16, inciso III, da lei 10.826/2003 (possuir, detiver, fabricar ou empregar artefato explosivo ou incendiário, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar).


* Fato Concreto; com informações da Ascom/16º BPM

0 comentários:

Postar um comentário