Fato Concreto

Fato Concreto

Páginas

16º BPM recebe homenagem em prol dos trabalhos realizados através do PROERD


O tenente coronel PM Nilton Paixão, comandante do 16º Batalhão de Polícia Militar, em Serrinha, foi homenageado, durante a solenidade de Moção de Aplausos, realizada pela Câmara Municipal da cidade, na noite da última terça-feira (06).
O reconhecimento se deu em prol dos trabalhos realizados pelo efetivo da Unidade com o desenvolvimento do PROERD - Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência. Na cidade de Serrinha, o Programa já atendeu, em três últimas turmas,  um total de 850 crianças da rede municipal de ensino.
Durante a solenidade o comandante do 16ºBPM, agradeceu pela honraria e enalteceu o PROERD, "Um instrumento vigoroso na prevenção para que nossas crianças e adolescentes não entrem, no submundo das drogas. Tornando-se, portanto, um programa de grande valia, que bons frutos agregam à sociedade, através da promoção do bem-estar familiar”.
Ten Cel Nilton da Paixão - cmt do 16º BPM
A Moção de Aplausos foi proposta pela vereadora, Rose de João Grilo e teve o apoio de todos os integrantes da Casa Legislativa de Serrinha, sendo aprovada por unanimidade.
Em resumo, atos solenes como esse promovido pela Câmara Municipal de Serrinha enchem de orgulho cada integrante do16º BPM, pelo reconhecimento de um trabalho desenvolvido e que é voltado não somente para a promoção de Segurança Pública, mas efetivamente de Defesa Social.


O tenente coronel Nilton esteve acompanhado, com o capitão PM Luciano Araújo e o soldado PM Moisés Pio.
O PROERD é desenvolvido por Corporações Policiais Militares em todo Brasil. Na Bahia, tem sido amplamente incentivado pelo comandante geral Anselmo Brandão.
Este Programa Educacional tem por objetivo prevenir crianças, em idade escolar, contra os males causados pelo uso das drogas. Ensina às crianças, na prática, a resistirem às ofertas e pressões dos grupos, no que diz respeito tanto ao uso de drogas quanto à prática de atos de violência.

* Fato Concreto; com informações da ascom/CPRL.

0 comentários:

Postar um comentário