Fato Concreto

Fato Concreto

Páginas

Homem assassinado enquanto esperava filha na escola


O agente de portaria, Josuel Pinheiro da Silva, 37 anos, foi assassinado a tiros por volta das 11h30 desta quarta-feira (14), em frente à Escola Estadual Padre Vieira, no bairro São João, próximo à Praça dos Ex-combatentes, em Feira de Santana.


De acordo com a polícia, a vítima estava esperando a filha sair da escola quando foi atingido pelos disparos de arma de fogo em várias partes do corpo. Os assassinos estavam em uma motocicleta, dados ignorados. 

Josuel aguardava a filha parado em uma moto, próximo a um veículo que também foi atingido pelos tiros. O delegado João Rodrigo Uzzum, coordenador regional de Polícia (1ª Coorpin), informou que a Delegacia de Homicídios já iniciou a investigação do caso. “Já foi efetuado o levantamento cadavérico, já está sendo verificado os possíveis problemas que essa vítima poderia ter, e já foram localizados duas testemunhas e familiares, que estão sendo ouvidos na delegacia”, disse.


Segundo o delegado, testemunhas ouviram pelo menos, quatro estampidos. Ele disse também que a vítima trabalhava como agente de portaria. “Tudo indica que ele atuava em uma empresa particular, vamos verificar se ele ainda exercia essa função. Encontramos apenas a carteira de trabalho dele e não portava arma de fogo. Ainda é muito cedo para apontar uma motivação”, informou o delegado João Uzzum.

Segundo relatos de testemunhas, a vítima buscava a filha na escola todos os dias. 



* Fato Concreto; com informações do site Acorda Cidade

0 comentários:

Postar um comentário