Fato Concreto

Fato Concreto

Páginas

PM disponibiliza whatsapp para denúncias em Feira de Santana



A Unidade de Missões Especiais (UME) do Comando de Policiamento da Região Leste (CPRL), que tem comando do coronel Adelmário Xavier, criou o sistema Disque Denúncia, através de aplicativos de mensagens instantâneas WhatsApp e SMS.


Com o (75) 98136.3080, o cidadão pode denunciar práticas criminosas e apontar prováveis suspeitos, em qualquer parte de Feira de Santana. O objetivo, segundo o Comando de Policiamento, é otimizar as ações da PM na cidade. O CPRL ressalta que a identidade do denunciante jamais será revelada.

Além do Disque Denúncia, o (75) 98136.3080, disponibilizado para todos os bairros e distritos, outros números de WhatsApp foram divulgados por Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPM's), para atender bairros específicos:


O (75) 99115.8002, divulgado pela 67ª CIPM atende aos bairros e distritos: Tomba, Brasília, Olhos D’Água, Jardim Acácia, Pedra do Descanso, Mar da Tranquilidade, Fraternidade, CIS, Sítio Matias,Panorama, Feira VII, Muchila I e II, Feira X, Viveiros, Jussara, Irmã Dulce (antigo Vietnã), Eucalipto, Jomafa, Subaé, 35 BI, Serraria Brasil, Aviário e Parque Tamandari, Ipuaçu, Humildes, Limoeiro, Jussara, Cidade de Deus, Pela Porco e Alto das Pombas.


Já o (75) 9709.6601, divulgado pela 66ª CIPM, é para os bairros Cidade Nova, Papagaio, Parque Ipê, Vivenda das Árvores, Morada do Campo Limpo, João Paulo II, Centenário, Queimadinha, Campo do Gado Velho, Caseb, São João, Ponto Central, Estação Nova, Parque Getúlio Vargas, Capuchinhos, Santa Mônica, Rocinha, Mangabeira, Conceição I e II, Conjunto ACM, Conjunto Feira V, Parque Brasil, Santo Antônio dos Prazeres, SIM, Rosário, Lagoa Salgada e os Distritos: Tiquaruçu, Matinha e Jaíba.


Por sua vez, o (75) 99225.1731, está disponível para o Centro da cidade, e pertence a 64ª CIPM.

* Fato Concreto; com informações da ascom/CPRL

1 comentários:

Anônimo disse...

Eu moro na Conceição 1 parque brasil B13 Polícia toda hora fazer ronda aqui ����������

Postar um comentário