Fato Concreto

Fato Concreto

Páginas

PM intensifica ações preventivas para o Natal de Gandu



Polícia Militar da Bahia, em Gandu, com a aproximação do período festivo natalino,  passou a intensificar rondas ostensivas, buscas, blitz e abordagens em toda micro região cacaueira cuja administração policial militar recai sob a responsabilidade da 60ª Companhia Independente sito em Gandu, situada a 300 Km da Capital do Estado. Dentre estas, a ronda policial militar foi acrescida até as localidades de Novolandia; Buri; Quilômetro 29, Burietá; Burizinho; Juliana; Cachoeira Alta e Cachoeira Livre; Monte Alegre e outras, alvos que foram de solicitações por parte da comunidade junto ao  MAJOR PM Rodrigues de Castro, Comandante da Unidade Policial Militar e a FEDERAÇÃO DOS CONSELHOS DE SEGURANÇA DO BAIXO SUL nas constantes oportunidades em que reuniram-se durante o último período com a comunidades das Cidades e Distritos da região.
Além das solicitações de rondas partidas da população junto ao Comando da Polícia Militar local, disse o Major PM Rodrigues de Castro, que com a aproximação dos festejos os delinquentes de toda a sorte se aguçam na busca de armas, drogas ou mesmo "aparelhos de celular" que hoje representa a moeda de troca de primeira ordem para os criminosos, tornando-se portanto flagrante e indispensável que além das cautelas individuais recomendadas para que sejam praticadas individualmente pelos integrantes de nossa sociedade, a Polícia Militar, Sentinela avançada do Estado, já avança desde a alvorada, com o fito de prevenir os acréscimos nos índices de violência.

                                             Oportunamente, orientou o Major,  alguns comportamentos preventivos e portanto indispensáveis para o cidadão praticar em prol de sua segurança perante a criminalidade neste período, elencou-se a oscilação de horários e percursos de deslocamento do indivíduo para o trabalho; comércio ou residência;  A conscientização junto aos comerciantes no sentido de que efetivem diversos depósitos bancários durante o horário comercial evitando assim o acúmulo de capital nos empreendimentos o que atrai a atenção da delinquencia; Cuidados especiais junto aos idosos no sentido de não aceitarem ajuda em instituições bancárias por parte de estranho com foco nos marginais que atuam na "Saidinha bancária" ou outras modalidades semelhantes, aproveitando-se da fragilidade dos mais velhos, orientando assim, que busquem estes na ocasião, auxílio junto a  funcionário do banco; policiais ou pessoas conhecidas para operações bancárias, isto  principalmente por tratar-se inclusive do pagamento do Décimo Terceiro Salário; a não exibição de objetos de valor que possa atrair o marginal, entre outras.


* Fato Concreto, com informações da Ascom/60ª CIPM

0 comentários:

Postar um comentário