Fato Concreto

Fato Concreto

Páginas

Cúpula da Segurança Pública reúne-se em Feira de Santana


A Secretaria de Segurança pública do Estado da Bahia tem apostado no trabalho em conjunto entre as polícias, o poder judiciário e a participação da comunidade, através de denúncias anônimas, para combater o alto índice de criminalidade, principalmente os homicídios, também chamado de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs).


Para reforçar esta integração, apresentar resultados obtidos e futuras ações, foi realizada na manhã desta quinta-feira (16), em Feira de Santana, a primeira reunião regional do Pacto Pela Vida (PPV), programa do governo que prevê ações integradas para a redução dos índices de violência, além de iniciativas de prevenção social para a população vulnerável.

O encontro, realizado no 1º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação (Beic) da Polícia Militar, teve a participação do governador Rui Costa, e de autoridades da Secretaria de Segurança Pública e dos poderes judiciário e legislativo.


O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, informou que serão realizadas diversas operações conjuntas com tropas especiais em Feira de Santana e nos distritos para o combate a criminalidade. Ele contou que as operações serão realizadas na mancha criminal da cidade, que possui vários criminosos sendo investigados. “Faremos operações conjuntas e vamos colocar as tropas especializadas atuando com as tropas ordinárias na mancha criminal. Mapeamos na Bahia toda cerca de 70 alvos, e em Feira de Santana tem muitos alvos também. Vamos partir para cima e realizar operações para prender estes elementos”, declarou.
Ele disse também que reuniões com a de hoje são sistêmicas, que todas as partes se comunicam plenamente, e que isso facilita o andamento dos processos na prisão dos criminosos e previne a violência.

O Secretário Estadual de Segurança Pública (SSP), Maurício Teles Barbosa, que também estava na reunião, disse que a integração entre as instituições é essencial no combate a criminalidade e destacou as ações do governo de combate e prevenção.

“Nos encontramos também para falar das ações policiais, parabenizar toda equipe das polícias civil, militar e técnica e o Corpo de Bombeiros, e fazer com que eles reforcem ainda mais as ações para tirar estes marginais das ruas. Estamos aprofundando as informações, reforçando a infraestrutura e o serviço de inteligência, além do concurso da Polícia Militar que será realizado. Temos também o Baralho do Crime que é um instrumento de divulgação de fotos de criminosos para chamar a atenção da comunidade para a necessidade de ligarem para o 181 e fazerem denúncias. A ligação é gratuita e não precisa se identificar”, declarou.


* Matéria extraída do site Acorda Cidade

0 comentários:

Postar um comentário