Fato Concreto

Fato Concreto

Operação "Sertão Seguro" desenvolvida pela 66ª CIPM culmina com apreensões de arma e drogas


Na manhã desta terça-feira (15), mais uma vez foi realizada a OPERAÇÃO SERTÃO SEGURO, que aconteceu no bairro Queimadinha e na comunidade da Rocinha, entre os bairros, Caseb e Ponto Central. A operação teve a participação de policiais militares lotados na 66ª Companhia Independente (CIPM).

As guarnições do Pelotão de Emprego Tático Operacional  (PETO 66) e Motobairro 66, participaram da ação, atuando tanto de forma preventiva, através da maciça ostensividade, quanto de forma repressiva, saturando as áreas com altos índices de criminalidade.


As citadas equipes presentes na ação, adentraram em diferentes áreas dos bairros mencionados, reforçando a iniciativa das ações anteriores, com o objetivo de inibir os frequentes delitos no local.


No bairro Queimadinha, os policiais apreenderam uma pistola calibre 7.65, que estava em poder de Ítalo Vinicius Guimarães Chagas, 22 anos. Ele foi flagrado com o porte ilegal quando estava na localidade conhecida como, Prato Raso.

tenente PM Sampaio, comandante do PETO, esteve à frente da operação, cumprindo as orientações advindas do comando da unidade, que por sua vez, é supervisionada pelo Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL).

Nesta mesma operação e no mesmo bairro, um homem foi flagrado com a posse de 39 pedras pequenas de crack. Joelson Nascimento dos Santos, foi encaminhado para a delegacia de polícia especializada para o caso. Segundo informações da polícia, ele já tem outras passagens pelo mesmo tipo de delito.

O comandante da 66ª CIPM, o major Paulo José, declara que, novas ações e intervenções policiais de mesmo modelo, irão acontecer de forma inopinada, em algum lugar que faça parte da responsabilidade de cobertura policial da unidade.

"Promover ações de segurança nas comunidades atingidas pela violência, essa é a estratégia do Comando da 66ª CIPM". Finalizou o comandante.

0 comentários:

Postar um comentário

NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS DEPRECIATIVOS, DESRESPEITOSOS E EM DESACORDO COM AS LEIS VIGENTES.